Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Gaúcha do Norte,28 de Novembro de 2021 - Domingo

"Sérgio Reis querendo parar o Brasil; País está ficando doidão"

Cantor convocou caminhoneiros a pararem atividades caso pauta bolsonarista não seja atendida

POLÍTICA | 16/08/2021 - 22:26:46


O senador Jayme Campos: "Onde nós fomos parar?"

O senador Jayme Campos (DEM) classificou como infeliz e “besteirol” a declaração do sertanejo Sérgio Reis em um vídeo que ganhou as redes sociais neste fim de semana. 

No vídeo, o cantor anuncia que os produtores de soja e caminhoneiros iriam dar 72 horas para o Senado Federal atender as reivindicações, sob ameaça de “parar o Brasil”. 

As reinvindicações se tratam de pautas defendidas pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido): a garantia de que o voto impresso será instalado nas eleições de 2022 e o impeachement dos ministros Alexandre de Moraes e Luis Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF).

Para o democrata, seriam uma insanidade política ambas as reinvindicações.

“Eu acho que Sérgio Reis foi muito infeliz na sua declaração. Onde nós fomos parar? Sérgio Reis querendo parar o Brasil”, disse o senador à imprensa nesta segunda-feira (16).

“O voto impresso já está enterrado na Câmara. Depois ele [Sérgio Reis] fala em cassar ministro de Supremo Tribunal Federal pelo Senado. Eu acho que esse país está ficando meio doidão”, emendou.

Jayme apontou que a declaração golpista do cantor chegou a ser contestada pelo presidente da Aprosoja Brasil, Antônio Galvan, e apontou que o cantor sertanejo não tem liderança política para fazer a convocação. Galvan estava ao lado do músico durante a reunião gravada.

“Sérgio Reis não tem essa liderança tanto que já foi desmentido seja pelos caminhoneiros, seja pelo presidente da Aprosoja Brasil dizendo que não houve a conversação nesse sentido”. 

“Até porque os próprios filiados já reagiram, porque nenhum presidente tem a autoridade para usar a associação, uma entidade de classe, como se fosse um instrumento pessoal político”, afirmou.

 

“Besteirol”

O senador continuou com as críticas ao músico e afirmou que uma convocação que pede para “parar o Brasil” só irá trazer prejuízos a população.

“Nesse caso é besteirol. A língua está maior que a boca. Isso é muito ruim. Esse chamamento dele [Sergio Reis] tem que ser um chamamento do movimento cívico, mas não dizer que vai fechar estradas brasileiras”. 

“Só vai trazer prejuízo. Se fechar as estradas, quem vai pagar a conta é o cidadão, trabalhador, porque a mercadoria vai subir de preço, vai demorar chegar na ponta”, completou.

 

A reunião e a manifestação

A declaração do cantor sertanejo ocorreu em uma reunião na última quinta-feira (12) com representantes da Aprosoja no Brasil.

“Se eles [senadores] não obedecerem nosso pedido, eles vão ver como a cobra vai fumar. E ai do caminhoneiro que furar esse bloqueio. [...] Ninguém anda no Brasil", ameaçou Sérgio Reis.

A manifestação em apoio as pautas bolsonaristas está programadas para ocorrerem em Brasília e grandes centro no dia 7 de setembro, data que se comemora a Independência do Brasil.

Ao MidiaNews, Galvan garantiu que o protesto não será custeado pela Aprosoja e sim pelos produtores simpatizantes a ideia. Segundo ele, será um ato seja pacífico, aos moldes do “Movimento Brasil Verde e Amarelo” que ocorreu em maio deste ano.


Fonte: Midia News

JUSTIÇA - 19/10/2021

TJ afasta Emanuel Pinheiro da Prefeitura; chefe de gabinete é preso

A Prefeitura será assumida pelo vice-prefeito, José Roberto Stopa (PV)

Governo Federal - 26/09/2021

Bolsonaro testa negativo para a Covid-19

Teste ocorreu no Palácio da Alvorada, em Brasília.

MANIFESTAÇÃO - 09/09/2021

Bolsonaro faz apelo a caminhoneiros contra greve

Na mensagem, o presidente pede para que os manifestantes desobstruam as vias porque 'atrapalha nossa economia'

MANIFESTAÇÃO - 08/09/2021

7 de Setembro - Manifestantes de todos estados do país apoiaram Jair Bolsonaro em Brasília

Ato reuniu brasilienses e caravanas de 14 grupos favoráveis ao governo.

Ver todos

SELECT * FROM mega_noticias WHERE status > '1' and publicacao <= '2021-11-28 17:29:41' and cat='25' and cod_mega!='5817' ORDER BY publicacao DESC limit 4


Quer receber as notícias do Gaúcha News no seu e-mail? Cadastre-se!