Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Gaúcha do Norte,27 de Junho de 2022 - Segunda Feira

Câmara aprova dobrar pena de alcoolizado que provoca acidente fatal

Pena máxima passa de 4 para 8 anos de prisão, o que dá regime fechado

POLÍTICA | 24/09/2015 - 07:09:56


A Câmara dos Deputados aprovou na quarta-feira (23) projeto de lei que dobra a pena para o motorista alcoolizado que provocar acidente com morte. Atualmente, a punição para quem dirigir embriagado e provocar acidente fatal é de 2 a 4 anos de detenção, além da suspensão da permissão para dirigir veículo automotor.

Pela proposta aprovada pelos deputados, a pena para o homicídio culposo (sem intenção de matar) cometido por motorista embriagado passará a ser de 4 a 8 anos de reclusão. Assim, quem pegar a pena máxima terá que cumprir a punição na cadeia, em regime fechado. O texto agora segue para o Senado antes de ir à sanção presidencial.

“Se o agente conduz veículo automotor com capacidade psicomotora alterada em razão da influência de álcool ou de outra substância psicoativa que determine dependência: Penas reclusão, de 4 (quatro) a 8 (oito) anos, e suspensão ou proibição de se obter a permissão ou a habilitação para dirigir veículo automotor”, diz o projeto.

Para os defensores da proposta, a pena máxima de 4 anos é muito branda para a gravidade do crime, já que pode ser convertida em prestação de serviços à comunidade.

O texto aprovado pelos deputados também prevê pena mais alta para motorista bêbado que provocar acidente que resulte em lesão corporal grave. Hoje a pena é de 2 a 4 anos de prisão. Com a proposta, a pena será de 2 a 5 anos prisão.


Fonte: G1

Política - 24/06/2022

Adolescente usa ferro em brasa para marcar 22 de Bolsonaro na pele

Caso ocorreu em Mirassol D’ Oeste (300 km a Oeste de Cuiabá)

Querência - 22/03/2022

Vereador que sacou a arma para outro em Querência é policial aposentado; ele pode ser cassado por quebra de decoro

O policial aposentado foi impedido de atirar por um policial militar que estava na casa de leis acompanhando a sessão

JUSTIÇA - 03/03/2022

Lewandowski suspende última ação penal contra Lula

Lula se tornou réu no ano de 2016

JUSTIÇA - 19/10/2021

TJ afasta Emanuel Pinheiro da Prefeitura; chefe de gabinete é preso

A Prefeitura será assumida pelo vice-prefeito, José Roberto Stopa (PV)

Ver todos

SELECT * FROM mega_noticias WHERE status > '1' and publicacao <= '2022-06-27 02:32:04' and cat='25' and cod_mega!='1700' ORDER BY publicacao DESC limit 4


Quer receber as notícias do Gaúcha News no seu e-mail? Cadastre-se!