Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Gaúcha do Norte,27 de Maio de 2022 - Sexta Feira

Paquistão inicia caçada a autores de ataque que matou dezenas

Balanços indicam 72 mortes e 241 feridos no atentado contra cristãos

MUNDO | 28/03/2016 - 07:32:15


Autoridades paquistanesas estão em busca nesta segunda-feira (28) de membros de uma facção do Talibã, leal ao Estado Islâmico, que reivindicou a responsabilidade por um ataque suicida contra cristãos que deixou 72 mortos, de acordo com a France Presse. A CNN indica que 341 ficaram feridas.

Ao menos 29 crianças que aproveitavam o domingo (28) de Páscoa foram mortas quando um homem-bomba se explodiu em um parque movimentado na cidade de Lahore, base de poder do premiê Nawaz Sharif.

"O homem-bomba detonou os explosivos perto da área onde as crianças brincavam nos balanços", afirmou Muhamad Usman, funcionário do governo da cidade.

"Executamos o ataque de Lahore e os cristãos eram o nosso alvo", afirmou Ehsanullah Ehsan, porta-voz da facção Jamaat-ul-Ahrar, antes de prometer mais ataques contra escolas e universidades, de acordo com a France Presse.

A polícia isolou a área e nesta segunda ainda era possível observar pedaços de roupas ensanguentados nos balanços.

No domingo, os médicos descreveram cenas de horror no hospital Jinnah, ao mesmo tempo que o Twitter foi dominado por pedidos de doação de sangue. A situação continuava caótica na manhã desta segunda, com parentes de vítimas e jornalistas entrando e saindo do centro médico.

A jovem paquistanesa Malala Yousafzaï, vencedora do Nobel da Paz, afirmou estar "abatida com a matança sem sentido", informou a France Presse.

O Paquistão é um país de maioria muçulmana, mas tem uma população cristão de mais de 2 milhões de pessoas.

A brutalidade do ataque da facção Jamaat-ur-Ahrar, no quinto atentado a bomba do grupo desde dezembro, reflete as tentativas do movimento de aumentar sua importância entre os divididos militantes islâmicos do Paquistão.

Esse foi ataque o mais mortal no Paquistão desde o massacre de 134 crianças em dezembro de 2014 em uma academia militar na cidade de Peshawar, que gerou uma grande repressão do governo à militância islâmica.

O porta-voz do Exército general Asim Bajwa disse que agências de inteligência, o Exército e forças paramilitares iniciaram diversas operações na área de Punjab após o ataque atrás dos responsáveis pelo atentado.


Fonte: G1

Orkut - 29/04/2022

Orkut de volta? Fundador reativa site e diz que está construindo algo novo: ‘Vejo vocês em breve’

Rede social fez grande sucesso nos anos 2000

EDUCAÇÃO - 25/04/2022

Professora que atuou em Água Boa e Canarana representa MT em evento de ciências nos Estados Unidos

Eliete Both estudou boa parte da infância na zona rural na rede pública e vem conquistando espaço na academia como professora

INTERNACIONAL - 24/02/2022

Rússia começa guerra na Ucrânia; Biden diz que serão aplicadas “maiores sanções da história”

Biden diz que Rússia não poderá negociar em dólar, euro, iene ou libra

INTERNACIONAL - 24/02/2022

Rússia avança com ataques na Ucrânia; líderes mundiais prometem reação

Biden, União Europeia e países aliados prometem mais sanções.

Ver todos

SELECT * FROM mega_noticias WHERE status > '1' and publicacao <= '2022-05-27 11:15:31' and cat='59' and cod_mega!='2359' ORDER BY publicacao DESC limit 4


Quer receber as notícias do Gaúcha News no seu e-mail? Cadastre-se!