Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Gaúcha do Norte,28 de Novembro de 2021 - Domingo

Após ser solto, ex-secretário de MT vai à Justiça sem escolta para depor

Éder Moraes passou mais de 80 dias preso por suspeita de crime financeiro. Ex-secretário foi investigado durante a operação Ararath, da Polícia Federal.

MATO GROSSO | 14/08/2014 - 15:28:53


O ex-secretário de estado Éder Moraes chegou por volta das 13h30 à sede da Justiça Federal em Cuiabá para prestar depoimento como réu sobre o processo originário da operação Ararath, da Polícia Federal, que apurou crimes contra o sistema financeiro, fraudes e lavagem de dinheiro. Livre desde o último sábado (9), após passar 81 dias preso, Moraes chegou com o próprio carro, vestindo terno e gravata, e disse que não deve se pronunciar enquanto a ação estiver em andamento.

"Em respeito à Justiça Federal, em respeito ao processo, não vou declarar absolutamente nada até o trânsito em julgado [da ação]", disse Moraes aos jornalistas presentes à Justiça Federal. Essa foi a primeira vez que ele se apresentou para prestar depoimento sobre esse caso sem escolta da Polícia Federal e entrando pela porta da frente. 

Ao todo, entre quinta e sexta-feira passadas, Moraes prestou depoimento por cerca de 12 horas ao juiz Jeferson Schneider, da 5ª Vara Federal. Ainda precisam ser ouvidos a esposa do ex-secretário, Laura Tereza da Costa Dias, e o superintendente regional do BicBanco em Mato Grosso, Luiz Carlos Cuzziol, que também são réus nessa ação.

Vivaldo Lopes, ex-secretário-adjunto de Fazenda do estado, também era réu nesse processo, mas a Justiça determinou o desmembramento da ação e, agora, ele deverá ser julgado em separado.

Conforme as investigações da PF e do MPF, Moraes fez parte de um esquema de transações financeiras que operou no estado desde 2005 que tinham como objetivo atender aos interesses do grupo político do ex-secretário estadual de Fazenda. Também faria parte do caso o empresário Gercio Marcelino Menonça Júnior, conhecido como Júnior Mendonça. Na condição de delator premiado, ele detalhou à PF e ao MPF como funcionava o esquema.


Fonte: G1 MT

INFRAESTRUTURA - 24/11/2021

Obras avançam e previsão é que ponte do Rio das Mortes estará concluída em seis meses

Pavimento também facilitará acesso da região com as capitais Goiânia e Brasília

MATO GROSSO - 15/11/2021

Escritor cuiabano já venceu prêmios através de livros inspirados em sonhos e cotidiano

Trabalhos renderam os prêmios da Literatura Mato-grossense e do município de Três Corações no estado de Minas Gerais

MATO GROSSO - 15/11/2021

Governo de MT avalia liberar uso de máscara em dezembro

Alguns estados já adotaram essa medida, a exemplo do Rio de Janeiro e o Distrito Federal

MATO GROSSO - 08/11/2021

Mato Grosso é o Estado com maior capacidade de investimento do país

Governo de Mato Grosso possuía capacidade de investimentos calculada em 37%

Ver todos

SELECT * FROM mega_noticias WHERE status > '1' and publicacao <= '2021-11-28 16:35:51' and cat='26' and cod_mega!='478' ORDER BY publicacao DESC limit 4


Quer receber as notícias do Gaúcha News no seu e-mail? Cadastre-se!