Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Gaúcha do Norte,19 de Outubro de 2021 - Terça Feira

Terminou ontem quarta (15) o vazio sanitário da soja em MT

O Vazio Sanitário da soja, é a principal medida fitossanitária na prevenção da ferrugem asiática da soja

SOJA | 15/09/2021 - 23:02:42


Terminou na quarta-feira (15.09) o vazio sanitário da soja no Mato Grosso. No período iniciou no dia 15 de junho, e durante três meses, foi proibida a presença de plantas vivas de soja em território mato-grossense, cultivadas ou guaxas.

Há 15 anos o estado do Mato Grosso estabeleceu o Vazio Sanitário da soja, que é a principal medida fitossanitária na prevenção da ferrugem asiática da soja. A medida está prevista na Instrução Normativa Conjunta SEDEC/INDEA-MT nº 001/2021 e tem o objetivo de reduzir a sobrevivência do fungo causador da ferrugem asiática (Phakopsora pachyrhizi) no período de entressafra, atrasando a ocorrência da doença na safra seguinte.

A fiscalização do cumprimento do Vazio Sanitário é realizada pelos Agentes e Fiscais do INDEA-MT, que mesmo em período de Pandemia (Covid-19) devem fiscalizar mais de 5000 propriedades somente neste período. A ferrugem asiática da soja ocasiona perdas em torno de 20% ao ano, provocando a desfolha precoce da planta e impedindo a completa formação dos grãos, o que gera redução na produtividade, sendo considerada uma doença de importância econômica.


Fonte: AGRNotícias

AGRONEGÓCIO - 30/09/2021

Custo de produção da soja sobe 22% em MT, mas alta dos preços viabiliza a safra

A alta dos custos é explicada por inúmeros fatores

CIDADE - 24/09/2021

Início do plantio da safra 21/22 está previsto para os próximos dias em Gaúcha do Norte

As primeiras precipitações de chuva dos últimos dias têm animado os produtores rurais na cidade

QUEIMADAS - 21/05/2021

Medidas simples de prevenção podem evitar incêndios em ambiente rural

A baixa umidade relativa do ar combinada a outros fatores, como elevadas temperaturas e a alta velocidade do vento, criam um ambiente propício para originar os indesejáveis acidentes com fogo

QUEIMADAS - 21/05/2021

Medidas simples de prevenção podem evitar incêndios em ambiente rural

A baixa umidade relativa do ar combinada a outros fatores, como elevadas temperaturas e a alta velocidade do vento, criam um ambiente propício para originar os indesejáveis acidentes com fogo

Ver todos

SELECT * FROM mega_noticias WHERE status > '1' and publicacao <= '2021-10-19 02:16:59' and cat='21' and cod_mega!='5857' ORDER BY publicacao DESC limit 4


Quer receber as notícias do Gaúcha News no seu e-mail? Cadastre-se!