Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Gaúcha do Norte,27 de Setembro de 2021 - Segunda Feira

"Um policial dedicado, abnegado", relembra oficial amigo de PM

Agressores foram identificados, mas seguem foragidos; crime aconteceu na madrugada de segunda

CRIME | 27/07/2021 - 09:18:35


O policial Roberto Rodrigues de Souza (detalhe), que foi morto por dois homens

O tenente-coronel Januário Batista, comandante do 4° Batalhão da Polícia Militar, lamentou a morte brutal do soldado Roberto Rodrigues de Souza, de 31 anos,  na madrugada de segunda-feira (26). 

O soldado foi espancado até a morte por dois homens depois de um desentendimento em uma distribuidora em Várzea Grande. 

“Conheço o soldado Rodrigues desde a sua formação em 2016, aqui na escola de formação de práticas na Polícia Militar, enquanto aluno. E depois ele veio trabalhar conosco no 4º Batalhão”, comentou Januário, que era superior hierárquico do soldado no batalhão. 

Roberto solicitou transferência para Acorizal, onde prestou serviço até ser afastado por problemas de saúde. 

“Um policial militar dedicado, abnegado. Enquanto esteve no 4º Batalhão chegou a trabalhar no grupo de apoio”, revela Januário. 

O militar definiu o episódio como “lastimável”. Segundo ele, não só por se tratar de uma agente de segurança pública, mas também e principalmente por demonstrar como a sociedade tem lidado com as adversidades do dia a dia.

“O cidadão está utilizando a violência como meio de comunicação, de expressar seus sentimentos, sua raiva”, diz. 

“Acho que não tem justificativa que legitime alguém tirar a vida de outro que não seja em defesa da própria vida”, complementa ele. 

Para o oficial, uma das coisas que chamam a atenção é o modo com que, mesmo sem nenhum tipo de arma (arma de fogo ou arma branca), os agressores usaram a força física para cometer o crime. 

“Mais chocante do que ver um policial, um colega sendo morto, é se colocar ali enquanto cidadão. É vislumbrar que a forma como a sociedade está evoluindo em tratar a violência como uma forma de se comunicar”, comentou. 

Para Januário, os agressores possivelmente desconheciam a identidade da vítima.

Ele não tem dúvidas de que os responsáveis pelo homicídio serão capturados, trazendo à tona a real motivação do crime, ainda desconhecida. 


Fonte: Midia News

CRIME - 22/09/2021

Pai é preso acusado de estuprar a filha de seis anos em MT

Separado da mãe, ele levou a menina para passar alguns dias na fazenda onde trabalha

Serra Nova Dourada - 20/09/2021

Criança de 3 anos morre após ser atropelada pelo carro do tio com o primo de 2 anos na direção

Os militares deslocaram-se para o local onde ocorreu o acidente, havia marcas de sangue e o veículo no local aguardando a chegada da Polícia Civil de Ribeirão Cascalheira.

POLÍCIA - 17/09/2021

Nesta madrugada, PM apreende drogas que eram transportadas de Querência a Canarana

Foram apreendidos; 05 tabletes grandes e uma porção pequena de substancia análoga a maconha

PARANATINGA - 15/09/2021

Foragido por homicídio no Pará é localizado pela Polícia Civil em Paranatinga

Homem estava com mandado de prisão em aberto

Ver todos

SELECT * FROM mega_noticias WHERE status > '1' and publicacao <= '2021-09-27 19:31:59' and cat='24' and cod_mega!='5777' ORDER BY publicacao DESC limit 4


Quer receber as notícias do Gaúcha News no seu e-mail? Cadastre-se!