Gaúcha do Norte,13 de Junho de 2021 - Domingo

Dentistas da Prefeitura de Cuiabá são afastados por esquema de “rachadinha”

Profissionais da Secretaria de Saúde são investigados pelos crimes de associação criminosa e concussão

OPERAÇÃO POLICIAL | 11/05/2021 - 09:36:31


Buscas foram realizadas nas casas dos servidores investigados

A Polícia Civil deflagrou nesta terça (11) a Operação Autofagia, contra um grupo de servidores da Secretaria de Saúde de Cuiabá suspeitos de um esquema conhecido como "rachadinha".

Três dentistas foram afastadados de seus cargos por decisão do juízo da 7ª Vara Especializada contra o Crime Organizado.

A operação ainda cumpre cinco mandados de busca e apreensão. As buscas são realizadas nas residências dos servidores investigados.

Conforme as investigações realizadas pela Delegacia Especializada de Combate à Corrupção (Deccor), o coordenador de Saúde Bucal da Secretaria de Saúde de Cuiabá,Renei Lara da Silva, facilitava a transferência de servidores da área para unidades onde estes receberiam subsídios maiores.

Em seguida, junto a outros dois dentistas, também ligados à mesma coordenadoria, passavam a pressionar e ameaçar os servidores transferidos para que estes devolvessem parte dos subsídios recebidos a título de salário.

Até o momento foram identificadas cinco vítimas do trio de dentistas, mas é possível que este número seja maior, conforme as apurações avancem.

 

Associação criminosa e concussão

Quando as investigações foram iniciadas pela Deccor, os profissionais foram afastados de suas funções. Contudo, o dentista que atuava como coordenador de Saúde Bucal de Cuiabá estaria auxiliando no plano de imunização contra a Covid-19, o que reforçou a necessidade de afastamento judicial do cargo e proibição de acesso à Secretaria de Saúde do município.

As investigações, que tiveram início em dezembro do ano passado, seguem para apurar se há outras vítimas, assim como analisar o material apreendido.

Os suspeitos responderão pelos crimes de associação criminosa e concussão (Artigo 316 do CP), que caracteriza a conduta de funcionário público quando exige vantagem indevida para si ou para terceiros, direta ou indiretamente, ainda que fora da função, porém, em razão de tal função.

Por meio de nota, a Secretaria de Saúde afirmou que instaurou procedimento e formou uma comissão técnica para produzir um relatório, cujas informações foram encaminhadas ao Ministério Público Estadual, em fevereiro deste ano.


Fonte: Midia News

TRÁFICO - 28/05/2021

PM apreende R$ 25 milhões em cocaína escondida em caminhão; veja

Foram encontrados 770 tabletes, que totalizam 1 tonelada; na embalagem havia bandeira de Israel

CRIME - 27/05/2021

Homem estupra jovem com deficiência mental em VG

A vítima foi ouvida em depoimento especial e confirmou os fatos aos policiais civis

HOMICÍDIO - 26/05/2021

Homem é assassinado a tiros em Canarana

O crime ocorreu dentro de uma loja de serviços automotivos

POLÍCIA - 26/05/2021

Caminhão roubado em posto de combustível é recuperado por policiais civis horas após o crime em Ribeirão Cascalheira

Motorista foi abordado por bandidos armados

Ver todos

SELECT * FROM mega_noticias WHERE status > '1' and publicacao <= '2021-06-13 02:27:45' and cat='24' and cod_mega!='5671' ORDER BY publicacao DESC limit 4


Quer receber as notícias do Gaúcha News no seu e-mail? Cadastre-se!