Gaúcha do Norte,16 de Setembro de 2019 - Segunda Feira

Saúde investiga 04 casos de sarampo em Mato Grosso – 01 em Canarana

Vacinação contra a doença foi ampliada para crianças entre 6 e 11 meses

03/09/2019 - 12:07:32


Os registros de sarampo têm gerado alerta em todo país. Com isso, as autoridades públicas ligadas à área da saúde emitiram recomendação ampliando a indicação da vacina contra a doença para crianças entre 6 e 11 meses. Em Mato Grosso, a Secretaria de Estado de Saúde (Ses-MT) foi notificada sobre a existência de quatro casos suspeitos de sarampo, sendo um de Cuiabá, que foi diagnosticado em Tocantins (TO), um no município de General Carneiro (450 quilômetros, ao sudeste da capital), um em Sorriso (385 quilômetros, ao norte) e o outro em Canarana, cidade vizinha de Gaúcha do Norte. 

Diante dessas notificações, a Coordenadoria de Vigilância Epidemiológica do órgão estadual de Saúde informou que tomou todas as medidas de bloqueio da doença, por meio de aplicação da vacina e encaminhou material para exames nos laboratórios competentes, que poderão confirmar ou não as suspeitas. “Todos os três pacientes apresentaram quadro de melhora”, informou por meio da assessoria de imprensa.

A Ses reforçou ainda que recebeu neste ano, do Ministério da Saúde, 265.986 doses de vacina contra o sarampo, além de 233.656 doses para vacinação de rotina e mais 32.330 doses extras para o reforço da vacinação de crianças de seis meses e menores de um ano de idade. “A Ses-MT informa ainda que as doses extras enviadas pelo Governo Federal chegaram nesta semana e já estão sendo distribuídas aos municípios, porém o estado já tinha um estoque de 93.375 doses da vacina prevista pelo calendário de rotina de vacinação, que foi destinado para o início dessa ampliação de público”, destacou.

De acordo com o novo boletim epidemiológico da doença, o Brasil registrou, nos últimos 90 dias, entre 02 de junho a 24 de agosto de 2019, 2.331 casos confirmados de sarampo, em 13 estados, sendo a maioria, em São Paulo (2.299), seguido do Rio de Janeiro (12), Pernambuco (5), Santa Catarina (4), entre outros. O coeficiente de incidência da doença foi de 5% por 100.000 habitantes.


Fonte: Diário de Cuiabá


Quer receber as notícias do Gaúcha News no seu e-mail? Cadastre-se!