Gaúcha do Norte,15 de Outubro de 2019 - Terça Feira

Ex-assessor da AL e mais um são presos com 500 diamantes

Prisão foi efetuada por policiais civis, que receberam uma denúncia anônima sobre as pedras

08/07/2019 - 06:13:35


Diamantes foram retirados de uma reserva indígena em Rondônia.

A Polícia Civil apreendeu cerca de 500 pedras de diamante na tarde de sábado (6), na BR-364, em Comodoro (638 km de Cuiabá), extraídas ilegalmente de uma reserva indígena de Rondônia.

Duas pessoas foram presas, entre elas o ex-assessor da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALM), A.R.C.J., de 43 anos. Ele foi exonerado em outubro do ano passado.

O outro preso é A.C.S., de 48, que possui empresas de mineração.

De acordo com o boletim de ocorrência, os policiais receberam uma denuncia anônima de que havia um carro suspeito trafegando pela BR-364 com destino a Cuiabá.

Ao abordarem os dois homens, os policiais encontraram dois sacos contendo 470 diamantes com A.C.S..

Já com o ex-assessor, que conduzia o veículo, os investigadores localizaram um par de brincos e um pingente de pantera cravejado em diamantes.

Os dois homens também estavam com R$ 2,8 mil em dinheiro.

No depoimento, já na delegacia, a dupla revelou que a pedras foram extraídas da Reserva Roosevelt (RO), terra indígena da etnia cinta-larga. Os diamantes seriam vendidos em Diamantina (MG).


Fonte: Mídia News


Quer receber as notícias do Gaúcha News no seu e-mail? Cadastre-se!