Gaúcha do Norte,30 de Maio de 2020 - Sábado

Câmara de Santo Antônio do Leverger aprova comissão para cassar prefeito por ter recebido propina de empreiteira

Resultado da votação foi 6 votos a favor e 5 contra a abertura da Comissão

08/05/2020 - 06:28:28


A Câmara Municipal de Santo Antônio de Leverger (distante 36km de Cuiabá), aprovou em sessão ordinária realizada na manhã de quarta-feira (6), a abertura de uma Comissão Processante que poderá afastar ou até mesmo cassar o mandato do prefeito Valdir Castro Filho, o Valdirzinho (PSD). O resultado da votação foi 6 votos a favor e 5 contra a abertura da Comissão. 

A maioria dos vereadores decidiu acolher a denúncia formulada pelo cidadão Marcelo Padilha de que o prefeito Valdirzinho é suspeito de receber propina de uma empreiteira que mantinha contrato com o município para executar obras de reformas de unidades escolares. 

De acordo com a denúncia que se amparou em dados do TCE (Tribunal de Contas do Estado), a empresa RS Engenharia LTDA executava obra de reforma escolar e tinha que devolver 5% do valor de cada nota fiscal ao prefeito a título de propina.

Inicialmente, a votação terminou empatada em 5 a 5. Coube ao presidente do Legislativo, vereador Dudu Moreira (PP), aplicar o "voto de minerva", desempatando a votação.

"As acusações são graves e merecem a devida apuração do Legislativo", argumentou Dudu. 

Os membros da Comissão Processante serão os seguintes vereadores: Ademar Gallio (Presidente), Hugo Padilha (Relator) e Mauro Amorim (Membro titular).

O vereador Ademar Gallio fez um discurso contundente e criticou o prefeito. "Vamos comprovar que o prefeito é um propineiro e caloteiro. Cobrava propina e ainda não honra compromissos com fornecedores e servidores", disse. 

Votaram favorável à abertura da Comissão Processante os vereadores Ademar Gallio, Mauro Amorim, Hugo Padilha, Denis Pinheiro , Gisele Paim e Dudu Moreira (voto de minerva).

Os votos contrários foram de Miguel José dos Santos, Fábio Teixeira,  José Manoel, Amilton Silva, Rômulo Queiroz.

Agora, os membros da Comissão Processante tem uma reunião na sexta feira (8) para deliberar a respeito dos rumos dos trabalhos de investigação.

Outro lado

A reportagem entrou em contato com o prefeito Valdirzinho para colher sua resposta sobre a comissão, e ele não foi encontrado e nem retornou as ligações. 
 
 


Fonte: Olhar Direto


Quer receber as notícias do Gaúcha News no seu e-mail? Cadastre-se!