Gaúcha do Norte,22 de Janeiro de 2020 - Quarta Feira

Secretaria de Educação conclui planos de ações referente ao programa Aprimora do TCE/MT

Maior destaque foi a construção de uma horta escolar para cultivo de diversos alimentos

30/11/2019 - 19:43:20


A Secretaria Municipal de Educação, Cultura, Esporte e Lazer de Gaúcha do Norte, através do setor de Nutrição e Alimentação Escolar e com a participação do Conselho Municipal de Alimentação Escolar (CAE), realizou em 18 de setembro deste ano o Teste de Aceitabilidade nas Escolas, assim como os cursos oferecidos pelo Tribunal de Contas do Estado modalidade EAD, com o tema: CONTROLE SOCIAL e DETECÇÃO DE FRAUDE EM LICITAÇÕES. Além disso, a equipe de nutrição da Secretaria de Educação ministrou cursos para manipuladores de alimentos. 

Entre as conquistas e avanços, também estão a aquisição de novas mesas onde os alunos fazem suas refeições, realização de diversos reparos na estrutura escolar, aquisições de quadros novos e a construção de uma horta escolar para cultivo de diversos alimentos.

Garantir a eficiência no controle interno dos setores da gestão pública de relevância para a sociedade, que representam alto custo para os cofres públicos, tem sido a missão do Tribunal de Contas de Mato Grosso desde 2014. Esta é uma das metas estabelecidas no seu Planejamento Estratégico 2016-2021. Para alcançar os resultados pretendidos, o TCE-MT desenvolve a metodologia de avaliação de controles internos e capacita os controladores municipais para executarem a avaliação nos seus respectivos municípios. Após a realização da avaliação, o TCE-MT consolida os resultados e identifica o que deve ser corrigido.

 

MERENDA ESCOLAR

O Controlador Interno ressalta que é importante destacar que o TCE-MT já publicou a Resolução Normativa nº 34/2016, que aprova a Matriz de Riscos e Controles (MRC) aplicável aos programas de Alimentação e Nutrição Escolar e define responsabilidades pela implementação, execução e avaliação das atividades de controle, além de outras providências.

De acordo com a nutricionista do município, Ketlin Maira, “avaliar a aceitabilidade de um determinado alimento pelos estudantes, tem o objetivo de garantir a eles, durante o período letivo, uma alimentação saudável e de qualidade, que atenda às suas necessidades nutricionais e respeite os hábitos alimentares regionais”.

Também comentou ao observar os resultados que houve melhora na alimentação escolar, “por meio do teste temos uma resposta direta dos alunos em relação a alguma preparação ou alimento. Sugestões e reclamações que talvez não chegariam à equipe da alimentação escolar, são feitas nesse momento. Com isso, podemos melhorar as novas preparações e também aquelas que já compõem o cardápio”.

 


Fonte: Redação


Quer receber as notícias do Gaúcha News no seu e-mail? Cadastre-se!