Gaúcha do Norte,14 de Novembro de 2019 - Quinta Feira

Gaúcha do Norte participa do Plano Emergencial de Controle ao Aedes Aegypti

Em reunião realizada em Cuiabá, prefeitos assinaram termo de compromisso para combate ao mosquito

22/01/2016 - 20:27:52


Os altos índices de casos de dengue, zika vírus, chikungunya e microcefalia registrados em Mato Grosso levaram o governo do Estado a apresentar um Plano Emergencial de Controle ao mosquito Aedes Aegypti. Em reunião realizada na quarta-feira, 20, mais de 100 prefeitos foram a Cuiabá assinar um termo de compromisso, incluso nas ações do Plano apresentado. O prefeito de Gaúcha do Norte, Nilson Francisco Aléssio, e a Secretária de Saúde, Divonilda Costa Ferreira, também estiveram presentes no encontro.

O governador Pedro Tanques anunciou um repasse de R$ 20 milhões aos Fundos Municipais de Saúde para aquisição de veículos para as vigilâncias e equipamentos de combate ao mosquito, sendo cerca de R$ 13 milhões divididos igualmente entre os 141 municípios mato-grossenses, totalizando R$ 92.487,35. O restante do dinheiro será repartido de acordo com o número de habitantes do município. Assim, Gaúcha do Norte receberá ainda cerca de R$ 15.300.  

Também foi anunciada uma bonificação para os agentes comunitários de endemias no valor de R$ 200 que serão repassados pelo governo do Estado, durante os próximos quatro meses. Neurilan Fraga, presidente da Associação Mato-grossense dos Municípios, comentou sobre o papel dos agentes. “Os prefeitos reconhecem a importância dos agentes, no âmbito municipal, para as ações de combate e prevenção. Entretanto, as prefeituras não conseguem aumentar a remuneração desses profissionais, assim como dos demais servidores municipais, pois não possuem recursos para isso”, declarou.

Os representantes do executivo de Gaúcha do Norte avaliaram positivamente a reunião, bem como a iniciativa do governo em dar início a tais ações devido ao crescente número de casos no Estado. Em 2015 foram registados 29.396 casos de dengue, contabilizando um aumento de 150,6% em relação ao mesmo período de 2014. De chikungunya foram registrados 207 casos e de zika vírus das 1.815 amostras biológicas 14 foram diagnosticadas como positivas. Já de microcefalia são 134 casos suspeitos, em 14 municípios.

Após a reunião do Plano Emergencial de Combate estão sendo planejadas ações de combate ao mosquito em Gaúcha do Norte. Sendo a fundamental delas um mutirão de limpeza, com recolhimento de entulhos em geral. Porém, já está em andamento a distribuição, por meio das agentes comunitárias de saúde, de sementes de crotalária, planta que auxilia no combate ao mosquito.


Fonte: Debora Theobald


Quer receber as notícias do Gaúcha News no seu e-mail? Cadastre-se!