Gaúcha do Norte,25 de Agosto de 2019 - Domingo

Educação apresenta mudanças que visam melhorar o ensino municipal em Gaúcha do Norte

Mudanças foram apresentadas durante a Assembleia de Pais realizada na última segunda-feira

07/05/2019 - 20:33:45


Na noite de segunda-feira (06.05), a Secretaria de Educação de Gaúcha do Norte promoveu uma Assembleia de Pais. O momento contou com a apresentação de algumas mudanças adotadas na Escola Municipal de Educação Básica Bem-Me-Quer. O evento foi realizado no Plenário Senador Jonas Pinheiro da Câmara Municipal.

A nova secretária da pasta, Tatiane Stange Ghizoni, que assumiu o cargo no dia 02 de maio falou do evento e apresentou as mudanças que vêm agregar melhorias no ensino municipal. “A Assembleia vem com a proposta de dar transparência aos atos da secretaria, um pedido do prefeito Voney Rodrigues Goulart (Voney Goiano). Trazendo o que está sendo implantado na escola e que não é algo inventado, mas que estamos seguindo uma diretriz nacional curricular, onde o município precisa de adaptar. Temos o prazo legal até 2020 e quanto antes fizermos isso, melhor para os alunos”, apontou a secretária.

O evento contou com a apresentação do quadro de educadores do 1° ao 6° ano da escola. “No primeiro ciclo (1° a 3° ano) que é a questão da alfabetização, nós tivemos algumas trocas de professores em sala de aula, porque o professor tem que ter o perfil alfabetizador então não é qualquer professor que consegue alfabetizar. Vamos trabalhar com as competências e habilidades de cada profissional”, afirmou Tatiane.

“No segundo ciclo, (4° a 6° ano) a mudança foi bem mais significativa. Os alunos tinham um professor por sala e agora vão ter um professor por disciplina. Assim, o professor vai planejar uma aula de português (por exemplo), ele vai procurar estratégias para trabalhar com a língua portuguesa, vai ter um suporte maior, não vai estar planejando todas as disciplinas. Então ele tem de dar uma aula melhor”, complementou.

Entre outras mudanças, está a implantação de formação continuada para os professores terem maior suporte para trabalhar.

Para a secretária, as mudanças vão trazer um comprometimento e disciplina maior, “quando existe uma cobrança com domínio por parte dos professores, os alunos têm mais segurança, e eles vão estar se preparando para dar continuidade no ensino fundamental nas séries finais, no ensino médio. Os alunos não vão sofrer aquele baque quando chegar lá na frente, eles vão ter um acompanhamento com uma equipe estrutura para sanar as dificuldades. Com mais uma professora de reforço, a fonoaudióloga e a psicopedagoga”, finalizou.


Fonte: Redação


Quer receber as notícias do Gaúcha News no seu e-mail? Cadastre-se!