Gaúcha do Norte,27 de Setembro de 2020 - Domingo

Alta do Boi Gordo começa a refletir no preço das carnes nos mercados

Em Gaúcha do Norte-MT, comerciantes informam que o preço da carne já elevou 22% nos últimos 30 dias

AGRONEGÓCIO | 01/12/2019 - 09:49:17


Governo do Estado

No último dia 22 de novembro, no estado de São Paulo, o boi gordo que atende o padrão exportação, foi negociado em R$ 230,00/@, à vista, um recorde. Desde outubro que o preço da arroba vem subindo, reflexo a diminuição da oferta. Com a redução da disponibilidade de carne, os preços na ponta da cadeia têm valorizado. Conforme o Instituto Mato Grossense de Economia Agropecuária (Imea), da primeira semana de nov/19 para a terceira do mês, a média das cotações da carne bovina nas gôndolas em Mato Grosso subiu 12,01%, valor correspondente a R$ 24,17/kg. 

A AGRNotícias ouviu proprietários de mercados nos municípios do Médio Araguaia, em Mato Grosso, para saber se essa alta já foi sentida e se há previsão de repassá-la ao consumidor final. Em Canarana-MT, proprietários informaram que, em 30 dias, o preço da arroba já sofreu quatro alterações de preço. Esse ajuste já foi repassado ao consumidor, o que gerou uma diminuição das vendas de carne bovina no varejo. Em contrapartida, houve um aumento na venda de carnes de frango e porco.

Em Gaúcha do Norte-MT, comerciantes informam que o preço da carne já elevou 22% nos últimos 30 dias, e que, para que o aumento não seja repassado de forma imediata ao consumidor, o que poderia diminuir as vendas, a margem de lucro foi diminuída. Os proprietários calculam que o aumento no município para o consumidor seja de 14% até o momento. 

Conforme o Imea, em relação ao mesmo período do ano passado, o aumento nas gôndolas é de 19,97%, uma vez que na época os preços estavam em torno de R$ 20,15/kg. Dos cortes dianteiros os que mais apresentaram incrementos no período foram o acém (+15,29%), o peixinho (15,22%) e o peito, coxão duro e coxão mole, com valorizações em torno de 14,60%. Já dos cortes do traseiro os que mais apresentaram alta foram o miolo de alcatra (+17,19%), o lagarto (+15,15%), o filé mignon (+7,93%) e a picanha (+6,74%). Com a proximidade do final de ano e demanda aquecida, tanto interna como externa, esse cenário tende a se sustentar. 

Em Água Boa-MT, município que não possui abatedouro e tem boa parte da carne bovina proveniente de Nova Xavantina-MT, ainda não há dados específicos quanto a aumento do quilo. Conforme proprietários de açougues e mercados locais, um novo abastecimento do produto ocorrerá amanhã (27/11), sendo que eles já prevêem aumento, sem poder precisar, contudo, o percentual.

As cotações da semana passada mantiveram a valorização. Os incrementos semanais foram de 6,04% para a arroba do boi gordo e 7,67% para a da vaca gorda. Assim, os preços médios em Mato Grosso ficaram em torno de R$ 173,24/@ e R$ 163,57/@, respectivamente. As cotações da arroba do boi gordo, que estavam praticamente estagnadas desde o começo do ano, agora seguem em valorização, alcançando o patamar de R$ 170,00/@ no mercado mato-grossense. Conforme o Imea, este cenário nunca foi visto no estado e se a demanda continuar neste ritmo, o aumento da arroba pode perdurar pelo menos até o final do ano. 


Fonte: AGR Notícias


Quer receber as notícias do Gaúcha News no seu e-mail? Cadastre-se!