Gaúcha do Norte,22 de Janeiro de 2020 - Quarta Feira

Agentes de saúde visitam residências em combate à Dengue

Objetivo é eliminar possíveis criadouros do mosquito transmissor da doença

30/11/2019 - 18:55:57


Estamos no período chuvoso, aquele período considerado crítico quando tratamos da Dengue, isso porque todos os objetos que acumulam água são potenciais para se tornarem criadouros do mosquito Aedes Aegypti, o transmissor da Dengue. Além desses objetos, as caixas de água e fossas mal tampadas, as calhas das casas, os pratinhos das plantas, as vasilhas de água dos animais domésticos também são ótimos ambientes para o mosquito deixar seus ovos.

Buscando a conscientização dos moradores, as agentes comunitárias de saúde (ACS’s), juntamente com o agente ambiental Marcio José S. Gonçalves e o gerente em saúde e coordenador da Vigilância Ambiental, Renato de Souza Bejos, têm promovido um trabalho informativo. Todas as casas dos bairros Vila Nova, Cohab, Jardim Gramado e Beira Rio estão sendo visitadas, moradores estão recebendo orientações sobre a dengue, cuidados relacionados aos criadores do mosquito e o que precisa ser feito para eliminar os possíveis focos, os quintais tem sido vistoriados, larvas estão sendo recolhidas para análise e a informação tem sido disseminada.

A visita nas residências iniciou na terça-feira (26.11), após uma capacitação das ACS’s realizada na academia de saúde Loida Feroldi.

Mutirão de limpeza

Após a visitação das residências será realizado um mutirão de limpeza nos bairros Vila Nova, Cohab, Jardim Gramado e Beira Rio, onde é registrada a maioria dos casos de dengue no município. Moradores devem fazer uma limpeza em seus quintais e colocar todo o entulho na sua calçada que em 10 a 15 dias a Prefeitura vai recolher.

A ação visa diminuir os possíveis criadouros do mosquito e consequentemente diminuir os casos de dengue.

Dengue no município

Enquanto os municípios vizinhos como é o caso de Canarana e Paranatinga, contabilizam centenas de casos positivos de dengue, Gaúcha do Norte registrou até o momento 19 casos positivos.

Segundo o coordenador da Vigilância Ambiental, os baixos números são reflexos de todo trabalho de conscientização já realizado no município. “Gostaria de parabenizar a população sobre os cuidados que estão tendo com o seu quintal, com na sua casa, no que diz respeito aos criadouros do mosquito da dengue”, retratou Renato.

A questão da dengue é uma responsabilidade de cada morador, se cada um cuidar do seu quintal, da sua casa, do seu bairro todos na cidade vão ser beneficiados com isso.


Fonte: Redação


Quer receber as notícias do Gaúcha News no seu e-mail? Cadastre-se!