Gaúcha do Norte,20 de Outubro de 2018 - Sábado

Brasil vence o México na batalha de Samara e está nas quartas de final

Dois a zero, gols de Neymar e Firmino, que fez o seu primeiro numa Copa

02/07/2018 - 19:10:24


Na segunda-feira (2) era vencer ou vencer. E o Brasil venceu, passou de fase, derrotou o México por 2 a 0 na cidade de Samara. Foi o nosso primeiro jogo eliminatório na Copa da Rússia. Agora, o Brasil está nas quartas de final e vai enfrentar a Bélgica.

Era meio-dia no horário de Brasília quando Willian saudou o técnico do México, na volta do intervalo. Começava naquele instante a segunda metade de 2018, passados 182 dias e 12 horas. Pois o finzinho da primeira metade do ano foi uma angústia só.

A fé de Alisson e Thiago Silva, o sinal da cruz de Chicharito no início do jogo e nada de amarem-se uns aos outros nos minutos que viriam. Era confronto e dos mais difíceis o que viria no calor de Samara com um México ousado desde o primeiro minuto; com um duelo entre Neymar e o goleiro Ochoa, como na última Copa, há quatro anos.

Escanteio para o Brasil era sinônimo de perigo e de contra-ataque mexicano. Com toques rápidos, o México fazia a transição para a outra extremidade do campo. Em um lance, Vela inverteu para o Lozano, que trouxe para a perna esquerda, mas foi bloqueado pelo Filipe Luís.

Pelo lado direito, Fagner também teve dificuldades com os atacantes mexicanos. O esquema do inquieto Juan Carlos Osório, ex-técnico do São Paulo, propunha o ataque. Neymar até conseguia desarrumar a defesa mexicana, mas parava nas mãos dele, Ochoa. Gabriel Jesus deixou Ayala no chão, mas o chute de esquerda pararia no goleiro de 32 anos, em seu quarto mundial.

O primeiro tempo – da partida e do ano - terminou com o suspense que um zero a zero em jogo eliminatório é capaz de produzir. Que venha a segunda metade de 2018 porque, ainda que Ochoa achasse que seguiria salvando a pátria mexicana, como fez no chute de Coutinho, bastariam cinco minutos para a situação mudar.

Quando Neymar carregou a bola, levantou a cabeça e olhou para a frente, era só um truque porque ele já sabia que o passe seria de calcanhar. Willian recebeu e deu um tapa na bola. Saiu muito atrás do Ayala e chegou na frente. O chute cruzado passou pelos mexicanos, por Gabriel Jesus e encontrou o pé de Neymar.

Na comemoração, Neymar fez um coração, mandou beijo, socou o ar, pediu silêncio e foi erguido nos ombros pelo Paulinho: o gol 227 da seleção em Copas do Mundo, um a mais que Alemanha, que tinha o recorde. E braços em sincronia: inspiração dos jogos de videogame. 

Ochoa seguia fazendo das suas. Fernandinho roubou a bola no meio de campo e lançou Neymar, que arrancou e bateu cruzado. Ochoa até defendeu com o pé, mas não tinha como evitar o gol de Firmino. Rede balançada pela bola, depois pelo corpo de Firmino: o primeiro dele em Copa do Mundo.

O Brasil chega às quartas de final como a seleção que está há mais tempo sem levar gol nesta Copa. Sofreu apenas um, no primeiro jogo contra a Suíça. A batalha de Samara está superada e o projeto do hexa segue de pé. A segunda metade de 2018 promete.


Fonte: G1


Quer receber as notícias do Gaúcha News no seu e-mail? Cadastre-se!