Gaúcha do Norte,20 de Outubro de 2018 - Sábado

Alemanha perde para a Coreia do Sul por 2 a 0 e é eliminada da Copa do Mundo

A seleção que acumulava apenas três pontos, foi desclassificada como lanterna do Grupo F

28/06/2018 - 05:21:41


Assim como ocorreu com a França em 2002, a Itália em 2010 e a Espanha em 2014, a atual campeã mundial foi eliminada na primeira fase na Copa do Mundo da Rússia. Depois de perder para o México na estreia, uma letárgica e apática Alemanha foi derrotada por 2 a 0 pela Coreia do Sul e, com apenas três pontos, foi desclassificada como lanterna do Grupo F, atrás da líder Suécia, do México — ambos com seis pontos — e dos sul-coreanos, que ficaram em terceiro pelo critério do número de gols marcados.

Joachiw Löw efetuou quatro mudanças em relação ao time que enfrentou a Suécia: entraram Ozil, Khedira — que haviam sido titulares na estreia —, Goretzka e Sule, que substituiu o suspenso Boateng.

Muito exposta em seus primeiros jogos, nos quais adotou um 4-3-3, a Coreia do Sul entrou em campo num 4-4-2 mais organizado e bem postado atrás.

Apesar dos espaços dados pela frágil zaga sul-coreana, a Alemanha não conseguia criar chances de gol. Aos 13 minutos, numa lambança da defesa da seleção asiática, Goretzka saiu livre pela direita, mas errou um passe simples, matando o contra-ataque.

Cinco minutos mais tarde, Jung cobrou falta do meio da rua, na intermediária, e Neuer quase tomou levou um frango no meio do gol. Pouco depois, a Coreia do Sul voltou a levar perigo à meta alemã. Após uma disputa na área, Son pegou de primeira, com violência, e o chute saiu pela linha de fundo.

Em outro erro coreano, a Alemanha retomou a posse, e o chute de Werner desviou e quase encobriu o goleiro Jo. No escanteio obtido do lance, o zagueiro Hummels girou em cima de dois opositores e quase abriu o marcador, sendo parado por Jo.

O goleiro coreano voltaria a brilhar no início do segundo tempo, quando saltou para fazer uma defesa espetacular em cabeçada à queima-roupa de Werner, que era o melhor de seu time em campo.

Preocupado com necessidade de vencer para se classificar, Löw tirou Khedira, que novamente fez um jogo ruim, e lançou o centro-avante Mario Gómez, liberando Werner para cair pelos lados do campo.

Apática e errando passes em sequência, a Alemanha estava irreconhecível e permitia contragolpes da Coreia, que se atrapalhava e não conseguia ter calma para finalizar com perigo.

Muito adiantada, uma letárgica seleção alemã seguia abrindo avenidas para a Coreia do Sul, que tropeçava em sua própria falta de qualidade para definir os lances, pecando nos passes finais e demorando muito para chutar.

Na base do chuveirinho, a Alemanha quase marcou em cabeçadas perigosas de Gomez e Hummels. Mas como a máxima do "quem não faz, leva" é infalível no futebol, o castigo não demorou para vir. Aos 48 minutos do segundo tempo, após cobrança de escanteio, Kroos desviou e a bola sobrou para Kim, que fez 1 a 0. O gol foi mal anulado por impedimento, mas o VAR entrou em ação e confirmou a legalidade do tento sul-coreano.

No desespero completo, a Alemanha foi toda para o ataque, inclusive com o goleiro Neuer. Então, aos 51 minutos, o craque coreano Son recebeu livre no ataque e apenas empurrou para gol vazio para marcar o segundo gol da Coreia do Sul, que saiu da Copa de cabeça erguida. Com o resultado, a Alemanha terminou em último lugar de seu grupo e foi a primeira favorita a cair na Rússia, onde a zebra segue correndo solta.


Fonte: EXTRA


Quer receber as notícias do Gaúcha News no seu e-mail? Cadastre-se!