Gaúcha do Norte,22 de Abril de 2018 - Domingo

O seu voto tem preço? Quanto ele vale?

Estamos prestes a eleger nossos novos gestores, mas em que estamos nos baseando para avaliar quem melhor possa nos representar nos poderes executivo e legislativo pelos próximos quatro anos?

30/09/2016 - 12:15:06


Estamos prestes a eleger nossos novos gestores, mas em que estamos nos baseando para avaliar quem melhor possa nos representar nos poderes executivo e legislativo pelos próximos quatro anos? Vamos optar por uma negociação ou por um município que tenha suas demandas atendidas?

Nesse contexto te pergunto: O seu voto tem o preço de alguns tijolos, uns sacos de cimento, alguns litros de combustível ou até mesmo um dinheirinho que no final das contas não vai fazer diferença alguma na sua vida?

O seu voto tem alguns desses preços ou tem o valor de uma educação adequada para o seu filho? Um atendimento médico para sua doença? Uma assistência para sua família?

E você eleitor, durante essa campanha cobrou algo em troca para o candidato que te pediu apoio?

Se você vende seu voto, você vende sua cidadania e cidadania não se vende, se exerce. Se você vende o seu voto, você vende o seu direito de escolha. E direito de escolha não se vende, se exercita com a consciência da responsabilidade social. Vender o voto é vender a identidade e não poder cobrar por melhorias. O político só compra o voto se o eleitor vender.

Quanto as propostas apresentadas pelos candidatos durante a campanha eleitoral, são viáveis? É possível torná-las reais ou muitas não passam de ilusórias. A votação está ai, vamos digitar na urna o número do candidato que você acredita que possa trabalhar pelo povo. Analisemos o que era Gaúcha do Norte, o que é hoje e qual seu potencial de ir além.


Fonte: Redação: Cely Trevisan


Quer receber as notícias do Gaúcha News no seu e-mail? Cadastre-se!