Gaúcha do Norte,14 de Novembro de 2019 - Quinta Feira

Núcleos da Aprosoja retomam Estradeiros Municipais

Relatórios consolidados são enviados para o Governo do Estado

25/03/2015 - 14:52:50


Cinco núcleos de produtores da Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja) já têm data marcada para a realização de seus Estradeiros Municipais nos próximos 30 dias. Neste final de semana, o núcleo de Sapezal percorre a MT-235 para avaliar como estão as obras na rodovia. Campos de Júlio, Sorriso, Primavera do Leste e Tangará da Serra serão os próximos municípios a colocarem o “pé na estrada”.

A rodovia estadual MT-308 será o foco do estradeiro do núcleo de Campos de Júlio em 1º de abril. Já há indicação de que houve atraso nas obras que ligam o município à cidade de Nova Lacerda, provocado pelo excesso de chuvas. Em 2 de abril, será a vez de agricultores de Sorriso percorrem a região de Ipiranga do Norte.

Em 7 e 8 de abril, os produtores de Paranatinga, município ligado ao núcleo de Primavera do Leste, vão percorrer a rodovia MT-338, paralela à MT-130. Já Tangará da Serra realiza em 10 e 11 de abril um estradeiro entre Tangará da Serra, Nova Olímpia, Denise, Arenápolis, Santo Afonso, Nova Marilândia, retornando à Tangará da Serra. No dia seguinte, o roteiro será entre Tangará da Serra, Deciolândia, Chapadão do Rio Verde, Reserva do Cabaçal, Salto do Céu, retornado para Tangará da Serra.

A ideia de realizar versões municipais dos Estradeiros da Aprosoja partiu dos próprios produtores, como uma forma de monitorar e fiscalizar as condições das rodovias estaduais. As expedições são promovidas pelos núcleos com supervisão da associação e do Movimento Pró-Logística. Os resultados identificados em campo são compilados em relatórios, que depois de consolidados são oficialmente encaminhados para o Governo do Estado.

Um exemplo do efeito positivo dos estradeiros municipais está em Diamantino. “Houve ação de tapa-buracos em trechos críticos da BR-364. Não resolve o problema, mas é um paliativo para a época de colheita”, observa o delegado coordenador de Diamantino, Altemar Kroling.

A participação de autoridades locais e representantes do poder público nos estradeiros contribui para a busca por soluções. Em Canarana, a presença do prefeito Evaldo Osvaldo Diehl foi bem recebida pelos agricultores. “Aqui na região, o problema não é apenas nas rodovias estaduais. Nas municipais, há várias pontes que precisam de reparos, pois estão em estado crítico. Por isso foi bom que o prefeito pôde nos acompanhar”, afirmou à época o delegado coordenador do Núcleo de Canarana, Oldair Sangaletti.


Fonte: Ascom Aprosoja


Quer receber as notícias do Gaúcha News no seu e-mail? Cadastre-se!